Carta para um novo amor

2 comentários
Olá meu amor!!

Talvez você não me conheça, eu sou alguém com um coração enorme cheio de amor para dar, ha muito procuro você em todos os lugares que jamais imaginou, mas você é muito difícil de encontrar, parece estar muito distante e as vezes acho que o impossível se torna real a cada minuto.

Sempre que você parece perto o bastante eu vou para o caminho errado e acabo distanciando mais ainda de você, é uma eterna luta e uma eterna procura, as vezes fico parado pensando que logo você ira me encontrar, mas passam dias e meses e eu ainda te esperando, então cansado saio a te procurar pela cidade em meu coração e sei que você esta perto, mas não consigo te encontrar. Então cansado e sem esperanças enviarei esta carta para o mundo inteiro em forma de esperança e com um desejo enorme de alguém poder te encontrar.

Se um dia alguém perguntar quem sou, diga que sou um anjo, que fala de amor
que falo do vento que se esquece do tempo
Se alguém perguntar onde vivo, diga que vivo no coração daqueles que conhecem o amor
Se alguém perguntar onde estou, diga que estou em cada palavra, cada lagrima e também no sorriso
Se alguém perguntar se eu amo, diga que sou a pessoa mais apaixonada do mundo
Se alguém perguntar meu nome, diga para me chamar de anjo
Se alguém perguntar quem eu sou, diga que sou alguém que ama a vida

E se alguém um dia me encontrar com certeza ira encontrar seu coração e meus e seus sonhos serão realizados, sempre estarei aqui a sua espera, basta encontrar a passagem e o caminho certo para meu coração!

Atenciosamente,

Rafael Lima



2 comentários :

  1. linda carta.. achei romântica..e um convite a nunca desistir de sonhar e de amar..parabéns..beijo

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Maria, as vezes as lutas do dia-a-dia nos fazem esquecer que somos seres amáveis e necessitamos do amor para semear a paz!

    Mil beijos e um feliz natal e um prospero ano novo!!

    ResponderExcluir

É proibida a reprodução do texto publicado nesta página, no todo ou em parte, sem os devidos créditos. As penalidades estão previstas na Lei 9.610/98 de direitos autorais.